Notícias

Trabalho da Agricultura no enfrentamento da seca volta a ser destaque na mídia

Site Diário de Quixadá, um dos mais lidos da região Central, mostrou as ações da gestão

POR JOSÉ AVELINO NETO | 17 DE SETEMBRO DE 2019 | 115
Com o título "A Agricultura que Dá Certo", o site "Diário de Quixadá", voltou a mostrar os exemplos de sucesso na Secretaria de Agricultura do município de Banabuiú. O site é um dos mais lidos e campeão de acesso entre os sites do Sertão Central, e destacou a cultura da Palma Forrageira, a limpeza e recuperação de barragens e a escavação de poços profundos e a retomada de obras em dessalinizadores.

De acordo com a publicação, a palma foi a responsável por aliviar os danos e prejuízos de produtores da região no período de seca, que já se estendia ao sexto ano consecultivo. "Somente nos últimos 18 meses, o prefeito de Banabuiú, Edinho Nobre, intermediou a aquisição de 100 mil raquetes de palma. 'Esse trabalho é muito importante, porque garante que o homem do campo tenha uma perca menor do seu rebanho. Nós temos buscado junto ao Governo do Estado projetos para também garantir uma vida melhor pra essa comunidade',"mostrou o site.

O Diário de Quixadá lembrou que embora tenha chovido em 2018 um pouco acima do que os agricultores de fato esperavam, a chuva não foi o suficiente para dar conta de todas as tarefas no campo, como a aliementação com o gado e a forragem. Mas mostrou que, em alguins casos, pequenos açudes encheram tanto que foi necessário uma intervenção com máquinas da prefeitura.

" 'Nós pensamos este trabalho antes mesmo da chegada do inverno. Quem tinha o açude seco teve o terreno limpo, para poder ter uma água de melhor qualidade acumulada. E quando o inverno começou, quando as barragens enchiam demais, as nossas máquinas iam lá trabalhar para reforçar a estrutura', explicou Edinho Nobre. De acordo com ele, cerca de 30 barragens foram assistidas com o trabalho da prefeitura".

"Mas em cidades onde a seca predomina e a chuva insiste em cair 'de vez em nunca', ninguém pode se confiar sempre num bom inverno. Por isso que desde 2017 o Município trabalha para reativar adutoras e dessalinizadores que estavam parados. Em algumas localidades, embora fossem de extrema necessidade, as obras estavam estagnadas. Cinco dessalinizadores já estão funcionando, em Jurema Nova, Jurema de Baixo, Laranjeiras, Jiqui e Quiniporó. Juntos, os equipamentos vão beneficiar cerca de 640 famílias". continuou o site.

Para conferir a matéria completa basta acessar o site www.diariodequixadá.com.br

 

Deixe seu comentário